Fale conosco pelo WhatsApp

Como é o tratamento para tendinite?

Homem com a mão no ombro e cara de dor - tratamento para tendinite
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)
Por: Publicado em 06/08/2021

O objetivo do tratamento para tendinite é reduzir a dor e devolver a qualidade de vida ao paciente. Saiba como ele pode ser feito!

A tendinite é uma condição caracterizada pela dor crônica e pelo espessamento do tendão causada por uma inflamação. O fato de nas últimas décadas a população de meia-idade ter se tornado mais ativa colaborou para o aumento da incidência de tendinites, principalmente as do tendão de Aquiles e tendões do joelho, cotovelo, punho e ombro.

A tendinite pode ter como causas:

  • Movimentos repetitivos que ocorrem no trabalho ou mesmo durante a prática de exercícios físicos, como correr, jogar tênis, basquete, vôlei ou golfe;
  • Sobrepeso;
  • Fraqueza da musculatura;
  • Condições inadequadas de ergonomia no trabalho.

Principais sintomas de tendinite

Os sintomas de tendinite incluem:

  • Dor que irradia para outras partes do corpo, além da que está sendo afetada;
  • Dor que piora ao movimentar o local;
  • Dificuldade de movimento, inclusive com problemas ao fazer movimentos de coordenação motora fina, que requerem precisão e delicadeza;
  • Espasmos musculares;
  • Dificuldade para carregar peso;
  • Falta de força;
  • Inchaço no local onde há dor, inclusive com sensação de calor e vermelhidão na região.

Tratamento para tendinite

Muitas vezes, o paciente acaba se automedicando para a dor e demora para procurar um ortopedista, que é o especialista para tratar tendinopatias. A demora para iniciar um tratamento pode diminuir as chances de cura completa.

O primeiro passo no tratamento para tendinite é identificar e corrigir a causa que está levando à inflamação. Posições inadequadas na hora de trabalhar, tênis inapropriados para correr, falta de orientação de um profissional de educação física na hora de fazer musculação ou nadar podem ser algumas causas que podem ser corrigidas.

O objetivo inicial do tratamento para tendinite é diminuir e, se possível, inibir a dor. Um adequado aquecimento prévio e cuidar da postura é fundamental para que o tratamento para tendinite tenha resultado.

No período de recuperação, o paciente deve evitar sobrecarregar o tendão lesionado. Repouso é essencial no tratamento para tendinite.

Aplicação local de calor ou gelo, por cerca de 20 minutos, de três a quatro vezes por dia, podem ser usados para aliviar a dor.

A fisioterapia para reabilitação muscular e do tendão é muito importante no processo de recuperação. A reabilitação física deve ser feita com o objetivo de tirar a dor, mas, sobretudo, deve ser utilizada como recuperação da amplitude de movimentos e prevenção de recidivas. Ela deve ser feita através de exercícios específicos e orientados por profissionais capacitados.

Medicamentos anti-inflamatórios podem ser usados no tratamento para tendinite, mas por curto período: no máximo, entre cinco e sete dias. Tratamentos mais prolongados com esses fármacos não apresentam benefícios e ainda aumentam muito os riscos de efeitos colaterais. As pomadas contendo anti-inflamatórios e fitoterápicos podem ajudar na dor e apresentam menos efeitos colaterais que os comprimidos.

Da mesma forma, a infiltração com medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios também é uma opção de tratamento para tendinite que deve ser feita de maneira pontual para aliviar os sintomas na fase mais crítica da tendinite. O medicamento é injetado na região inflamada.

As infiltrações podem ser feitas em qualquer articulação, como joelhos, quadris ou ombros, mas também em ligamentos ou tendões que tenham passado por um trauma e apresentam processo inflamatório, ocasionando dor intensa.

A infiltração na ortopedia é recomendada como tratamento para tendinite para quando a inflamação não respondeu ao tratamento convencional ou conservador, com medicação via oral, compressas, repouso e fisioterapia.

Nos casos mais graves, quando não há melhora com o tratamento indicado e fisioterapia, ou quando existe um rompimento do tendão, pode ser recomendada a realização de cirurgia.

Agora que você já sabe qual o tratamento para tendinite, é importante ficar atento aos primeiros sinais para que ele seja o mais eficaz possível. Outra orientação é jamais optar pela automedicação, pois, dessa forma, você vai apenas mascarar o problema, em vez de solucioná-lo. Apenas o ortopedista pode fazer uma avaliação completa na consulta e indicar o melhor tratamento para tendinite.

Fontes

MD.Saúde

Sociedade Brasileira de Reumatologia

Rede D’Or São Luiz

Marque agora sua

CONSULTA COM ORTOPEDISTA E TRAUMATOLOGISTA

Ao clicar em enviar os dados, você concorda com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE

>