Fale conosco pelo WhatsApp

Infiltração no ombro

Ilustração da infiltração no ombro
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

A infiltração no ombro é um tratamento que proporciona alívio de quadros de inflamação, desgaste ou lesão que afetam esta complexa articulação do corpo

Indicada para controle da dor e recuperar a mobilidade da articulação, a infiltração no ombro é um tratamento em que o paciente recebe uma injeção medicamentosa diretamente na região acometida. Trata-se de uma eficiente metodologia terapêutica que possibilita o alívio e controle de quadros de inflamação, desgaste, lesão ou doenças degenerativas que afetam os ombros do indivíduo.

A infiltração no ombro é uma metodologia pouco invasiva, que pode ser realizada em ambiente ambulatorial e não demanda internação. Apesar disso, é fundamental que a técnica seja aplicada por um profissional especializado em ortopedia, após avaliação criteriosa do caso e identificação das necessidades individuais do paciente.

Entenda melhor a respeito desta abordagem terapêutica a seguir:

Entenda o que é a infiltração e como ela é usada na ortopedia

É chamado de infiltração um tratamento que consiste na aplicação de injeções contendo medicamentos específicos para reduzir a dor local ou corrigir algumas alterações articulares. O fármaco pode ser injetado em qualquer articulação — tais como ombros, joelhos e quadril —, mas a abordagem também pode ser bastante eficaz quando aplicada em tendões ou ligamentos que passaram por algum trauma e apresentam um processo inflamatório.

A infiltração se destaca como um recurso ortopédico bastante eficaz também no tratamento de atletas que se lesionam durante práticas esportivas, apresentando ação rápida no alívio da dor. As principais substâncias usadas no procedimento, seja para tratar lesões esportivas ou degenerativas, são:

  • Medicamentos corticoides: ajudam a reduzir processos inflamatórios, aliviando dores nos tendões e articulações;
  • Anestésicos: apresentam ação rápida no combate à dor sentida pelo paciente;
  • Compostos com ácido hialurônico: ajudam a lubrificar as articulações, melhorando a dor de artroses e outras doenças degenerativas que prejudicam o líquido sinovial.

Quando é indicada a infiltração no ombro?

A infiltração no ombro pode ser o tratamento principal ou complementar para pacientes que apresentam alterações como:

  • Bursite ou síndrome do impacto do ombro;
  • Tendinite do ombro;
  • Artrose ou sobrecarga acromioclavicular;
  • Dor miofascial;
  • Lesão do manguito rotador;
  • Artropatia do manguito rotador;
  • Capsulite adesiva;

A indicação para o tratamento depende do diagnóstico, queixa clínica, prognóstico e características individuais do paciente. A forma como o procedimento é realizado também varia conforme as necessidades e particularidades do caso, que deve ser sempre avaliado por um médico ortopedista.

Tipos de infiltração no ombro

O ombro é uma articulação complexa, que possui muitos músculos ao seu redor e realiza movimentos variados e de grande amplitude. Trata-se de uma região do corpo que pode sofrer bastante com lesões, e o tratamento de infiltração no ombro pode ser feito de diferentes maneiras. Conheça as principais a seguir:

Bloqueio do nervo supraescapular

Consiste na aplicação de uma injeção de anestésico local ao redor do nervo supraescapular, inibindo provisoriamente sua função. O tratamento é comumente indicado para tratar capsulite adesiva, caracterizada por dor e rigidez no ombro.

Infiltração subacromial

É realizada no espaço subacromial, que fica acima dos tendões do manguito rotador e onde se localiza a Bursa. Este tipo de infiltração no ombro é indicado para tratamento de tendinite calcária, bursite e tendinopatia do ombro.

Infiltração acromioclavicular

É indicada principalmente para tratar casos de artrose ou sobrecarga da articulação acromioclavicular.

Infiltração articular

Utiliza injeções de corticoides ou ácido hialurônico para tratar casos de capsulite adesiva e artroses do ombro.

Infiltração ao redor do tendão do bíceps

Ajudam a tratar inflamações e lesões parciais do tendão da cabeça longa do bíceps.

Pontos gatilho

Os chamados “pontos gatilho” são nódulos miofasciais que se apresentam como pontos duros e doloridos. A infiltração no ombro, neste caso, pode ajudar no alívio dos sintomas associados à presença desses nódulos.

O tratamento de infiltração no ombro oferece riscos?

Existem diversos benefícios da realização de infiltração no ombro, uma vez que a técnica permite rápida resposta do organismo ao tratamento. É importante, porém, que as injeções sejam sempre recomendadas e executadas por um ortopedista de confiança e sejam associadas a outras medidas terapêuticas — especialmente no que diz respeito a repouso e reabilitação com fisioterapia.

É preciso acompanhamento especializado para evitar que a infiltração acabe mascarando os sintomas associados ao problema. O uso abusivo de medicações ou o retorno precoce às atividades físicas pode fragilizar a cartilagem da articulação, ou lesionar os tendões, muitas vezes piorando a lesão no médio ou longo prazo.

Outros riscos comuns associados à infiltração são:

  • Dor transitória após o procedimento;
  • Fragilidade do tendão e cartilagem;
  • Infecção;
  • Aumento provisório da glicemia;
  • Alterações na pele, na região da aplicação.

A ocorrência de complicações depende diretamente das condições de saúde do paciente e das características da lesão. Por conta desses riscos, é fundamental que o tratamento de infiltração no ombro seja realizado por um ortopedista experiente e que tenha estudado criteriosamente o caso.

Existem contraindicações?

Uma das principais contraindicações para o procedimento diz respeito ao uso de corticoides em pacientes diabéticos, uma vez que este tipo de medicamento altera os níveis de glicemia. Embora existam muitos estudos apontando que este efeito sobre o controle da diabetes é mínimo, o recomendado é sempre informar o médico a respeito da condição antes de realizar o procedimento de infiltração.

Embora seja bastante raro, também é possível que ocorram reações alérgicas aos medicamentos. Mulheres grávidas ou que estão amamentando também devem conversar antecipadamente com o médico para ter certeza se este é o momento mais adequado para se submeter à infiltração no ombro.

Quanto tempo dura a infiltração no ombro?

O tempo de duração dos efeitos da infiltração no ombro depende de diversos fatores, que vão desde a dose utilizada pelo especialista até as condições físicas do paciente. Para alterações como tendinites ou capsulite, muitas vezes o procedimento serve como solução para o problema. Nos casos de artrose, entretanto, o tratamento é considerado paliativo e seus efeitos podem ter uma durabilidade de 6 meses a até um ano.

Cada caso, portanto, é particular e deve ser avaliado de maneira individualizada. Para saber mais sobre a infiltração no ombro, entender como este procedimento funciona e descobrir se é a intervenção mais adequada para seu caso, entre em contato e agende uma consulta com o Dr. Rafael Azzem.

 

Fontes:

Revista Brasileira de Ortopedia;

Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.