Fale conosco pelo WhatsApp

Tratamento para Artrose

Homem segura o pulso com dor de artrose
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)
Por: Publicado em 02/12/2021

Doença não tem cura, mas pode ser tratada para aliviar seus sintomas e retardar os danos causados às articulações

artrose, também conhecida como osteoartrose, é uma doença que se caracteriza pelo desgaste das cartilagens que protegem as articulações e por alterações ósseas, como os chamados “bicos de papagaio”. Entre as doenças reumáticas, é a mais frequente, representando cerca de 30% a 40% das consultas em ambulatórios de Reumatologia.

A doença costuma afetar mais as mulheres, em especial as articulações das mãos e dos joelhos. Nos homens, a articulação mais acometida é a do fêmur com a bacia. A artrose progride com o passar dos anos, sendo pouco comum antes dos 40 e mais comum após os 60 anos.

Os principais sintomas da artrose são: dores nas juntas, inchaço e rangidos nas articulações. Conforme a doença progride, também podem surgir deformações na região afetada e a dor pode se tornar incapacitante.

Há casos em que a doença surge sem ter uma causa conhecida. Em outras situações, ela pode estar relacionada a diversos fatores, que vão desde defeitos das articulações, como os joelhos com desvios de direção (valgo ou varo), até alterações do metabolismo.

A hereditariedade também tem um papel importante no desenvolvimento da artrose, principalmente nos dedos das mãos.

Qual o tratamento para artrose?

A artrose é uma doença que não tem cura, mas pode ser tratada para que os sintomas se mantenham controlados e para retardar o desgaste das articulações. O tratamento para artrose varia de acordo com o estágio da doença, sua atividade e gravidade.

O objetivo do tratamento para artrose é promover qualidade de vida ao paciente e evitar (ou adiar) a necessidade de colocação de próteses.

O tratamento para artrose considerado convencional combina uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios com fisioterapia, terapia ocupacional, exercícios e fortalecimento das articulações.

No tratamento para artrose, a fisioterapia e terapia ocupacional contribuem para que o paciente possa continuar a exercer as atividades da vida diária. O condicionamento físico, envolvendo atividade aeróbica, exercícios resistidos, alongamento e relaxamento, deve ser estimulado, observando-se os critérios de tolerância de cada paciente. Porém, os exercícios físicos devem ser orientados por um profissional especializado para evitar o risco de agravamento do quadro.

Caso a artrose esteja associada ao sobrepeso, o médico pode recomendar, como um dos pilares do tratamento para artrose, um acompanhamento nutricional para combater a obesidade e reduzir a carga suportada pela articulação acometida.

Outro tratamento para artrose que pode ser indicado pelo especialista, no caso dessas abordagens terapêuticas não terem se mostrado suficientes para controlar a artrose e seus desconfortos, é a infiltração articular.

Esse tratamento para artrose consiste na aplicação de injeções no espaço entre as articulações, promovendo alívio ao paciente. A indicação deste tratamento deve ser avaliada caso a caso, considerando as necessidades e características do indivíduo.

Em casos mais graves, quando não é possível promover melhoria a partir dos tratamentos conservadores, pode haver indicação cirúrgica como tratamento para artrose. A cirurgia consiste na remoção das estruturas articulares danificadas e substituição por próteses que atuam como cartilagens artificiais.

Dicas para evitar que a artrose se agrave

Como vimos, a artrose não tem cura, mas há maneiras de evitar a progressão rápida da doença. As principais são:

  • Mantenha o peso corporal controlado;
  • Pratique exercícios físicos com regularidade, mas sempre respeitando suas limitações físicas e os sinais apresentados pelo corpo;
  • Evite a automedicação;
  • Não passe muito tempo na mesma posição. Faça alongamentos e mexa as articulações ao longo do dia;
  • Siga as recomendações médicas, especialmente no que diz respeito ao uso de medicamentos, e compareça às consultas de acompanhamento;
  • Cuide de sua alimentação e da saúde geral. Não se esqueça que outras doenças continuam existindo e que também podem afetar o paciente que tem artrose.

É muito importante seguir corretamente o tratamento para artrose indicado pelo seu médico para evitar intervenções mais invasivas. Ao primeiro sinal de dor nas articulações, procure um especialista para obter o diagnóstico correto e o tratamento necessário.

O Dr. Rafael Azzem, ortopedista, atua em diversas situações, desde casos clínicos mais simples até quadros que demandam intervenção cirúrgica. Além disso, ele está apto a orientar e tratar pacientes que apresentam problemas de coluna, deformidade óssea e malformações. Agende sua consulta.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Reumatologia;

Ministério da Saúde;

Dr. Rafael Azzem – Ortopedista e Traumatologista.